Siemens Açúcar e Etanol. Diagrama Típico de Usina. Tradicional. Processo. Turbo gerador. Turbo Acionamento. Energia. Vapor @2,5 bar (a). Caldeira. Agua de. Reposição . soldadas. Pressão de saída de vapor < Pressão atmosférica (vácuo) . Considerando um adicional de 1,0 MW, temos: • Período de 1 ano (safra e 

DE GERAÇÃO. CALDEIRA: 320 t/h @ 67 bar / 490°C. 65 t/h @ 0,1 bar. DESAERADOR. PROCESSO. TURB. CONDENS. CONDENSADOR. 245 t/h @ 2,5 bar. TORRE . Bomba de Vácuo. 1 ° Estágio. Bomba de Vácuo. 2 ° Estágio. Permeado. Vinho. 8° GL. Etanol. Anidro. 99,5% m/m. Etanol. Vapor. 93% m/m. 2 ° Estágio.

Vazão de vapor para a turbina 453,5 t/h (1.000.000 lb/h). Entalpia: 3.503,14 kJ/kg (1.505,9 Btu/lb). Primeira situação: exausto para a atmosfera. Vapor na saída: 1 atm abs (14,7 psia) qualidade 93%. Trabalho global obtido: 124,5 MW. Segunda situação: exausto no vácuo, 1 psia (aproximadamente 2 in Hg). Vapor de saída: 

30 Oct 2013 – CAPACIDADE DA CALDEIRA – 300 TVH. • PRESSÃO DE OPERAÇÃO – 67 A 68 BAR. • TEMPERATURA DO VAPOR – 520°C A 530°C. • 2 TURBO-GERADORES: • 1 COM POTÊNCIA DE 40 MW ACIONADO POR TURBINA À CONTRA-. PRESSÃO DE 2,5 BAR E COM EXTRAÇÃO CONTROLADA A 16/17 

Página 74. Introdução ao programa completo. Página 4. Página 30. Caldeiras de condensação a gás até 1400 kW. Caldeiras industriais até 20 MW. 2 l 3 .. da água e gerador de vapor puro. 1. 4. 5. 6. 7. 8. 2. 3. Com dois sistemas Vitobloc 200, é produzida parte da eletricidade necessária. Para aquecer a A.Q.S. e a água.

1 Pressão disponível em metros de coluna de água (m c.a.). 2 Caudal de água em metros cúbicos por hora (m3/h). 3 Pressão disponível para unidades exteriores de 4 a 8 kW. 3.3. Dimensões e ligações. 3.3.1. AWHP 4.5 MR. Fig.5. AWHP 4.5 MR. MW-1000430-1. 1. 5. 5. 69. 9. 0. 1. 2. 840. 109. 81. 8. 8. 0. 4. 5. 2. (417.5).

REPOTENCIALIZAÇÃO DAS UNIDADES 5 E 6 DA UTLB ( 2 X 125 PARA 2 X 137,5 MW ). Sérgio Roberto Maes pesado do tipo BPF 1-A e óleo diesel, utilizados Temp. gás (ºC). -saída fornalha. – saída da caldeira. 1110. 180. 1120. 186. 1135. 186. Excesso de ar O2 (%). 4,2. 3,5. 3. Vácuo (kgf/cm² – abs). 0,08. 0,10. 0,12.

Figura 2- Esquema do Ciclo Rankine Tradicional onde: CAL- Caldeira. TV- Turbina a Vapor. SOP- Soprador. CND- Condensador. PA1- Aquecedor 1 . (de 20 a 100 MW). A turbina representada na Figura 5 é apenas um exemplo ilustrativo, não é a turbina do ciclo estudado. Figura 5- Corte de um turbina a vapor de 

1. Solar. 2. Fontes Térmicas. 3. Depósitos de Água Quente e Permutadores. 4. Dissipadores Térmicos. 5. Tratamento Ar. 6. Ar Condicionado. 7. Tubagem e Acessórios. 8. Acessórios para instalação de gás. 9. Canais de Drenagem. 9. Torneiras. 139. 147. 155. 159. 131. 107. 89. 75. 17. 5 . Coletores Vácuo e CPC.

Consumo total de vapor (kg/t cana). 600. 320. ▫ Consumo vapor-anidro (kg/l). 4,5. 2,0. ▫ Caldeira-Eficiência (% PCI). Pressão (bar) / Temperatura (ºC). 66. 89. 21 / 300. 120/ 540. ▫ Bagaço excedente (%)-usina de bioetanol. Até 8 até 78. ▫ Bioeletricidade excedente exportável p/. 12.000 TCD – Us. bioetanol (só bagaço) (MW).

Definimos assim 135 ºC como sendo a temperatura ideal do vapor de escape, na pressão de condensação equivalente a 125 ºC (cerca de 2,5 bar abs). No nosso setor estamos falando de turbinas com potência na faixa de 25 MW a 60 MW, o que significa máquinas com eficiência isoentrópica na faixa de 85% a 87% a 

Potencial de Geração (MW), 48,7, 51,9, 54,5, 56,7, 58,1. Caldeira (t/h), 1 x 300, 1 x 300, 1 x 300, 1 x 300, 1 x 300. Turboredutor (MW), 2 x 24,5, 2 x 26,0, 2 x 27,5, 2 x 28,5, 2 x 29,0. Gerador (MVA), 2 x 30,5, 2 x 32,5, 2 x 34,0, 2 x 35,5, 2 x 36,5. Combustível (kg vapor / kg bagaço), 2,23, 2,16, 2,18, 2,15, 2,17. Incremento na 

Quadro 2.2.1 – Características de projeto da caldeira . Quadro 5.3.2 – Fatores de emissão e emissões atmosféricas estimadas para o tráfego de veículos . . EIA da Central de Biomassa de 10 MW, em Corga de Fradelos – Elementos Adicionais – Anexo 7. Página 5 de 30. Fonte: (GoogleEarth). Figura 1.1.1 – Vista aérea 

2. Particularidades da co-geração de energia no setor sucroalcooleiro. O setor sucroalcooleiro apresenta vários subprodutos, entre eles o bagaço da . A usina gera 1,5 MW em excedentes que é comercializado com a Tradener – agente comercializador localizado no Paraná, cujo controle acionário pertencia, à época, 

1. Eficiência térmica. 2. Potência elétrica. 3. Ciclo a vapor de cogeração. 4. Condensador. 5. Vácuo no condensador. I. Santos, José Joaquim Conceição. Soares, oriente. II. Universidade Federal . Figura 14 – Efeito da variação da pressão da caldeira sobre o ciclo Rankine ideal. 33. Figura 15 – Diagrama de Mollier com 

4 Jul 2013 – Nomenclatura das caldeiras Buderus. 1 Tipo de caldeira: 2 Tecnologia: 3 Gama de potência: 4 Geração: 5 Queimador combustível: Logano. Tipo de caldeira . caldeiras de água sobreaquecida para potências até 38 MW, caldeiras de água quente até 19,2 MW e . Colectores solares de tubos de vácuo.

fase de bombeamento elevou o rio pinheiros em 5 metros, com uso das duas unidades geradoras de 100 MW, denominadas 1 e 2. Em 1961 .. ligeiramente diferentes dos reais. Nas turbinas a vapor , a temperatura do vapor está ligada às condições da caldeira , e ao vácuo que se estabelece dentro do condensador .

/2. 0. 0. 7. 5. 8. 3. MAXIMIZAÇÃO DA geração elétrica a partir do. O Brasil coloca-se, junto com os estados unidos, como um dos maiores produtores mundiais de . 0,04 km2/MW. UHE Jirau (Rio Madeira). 0,08 km2/MW. UHE S. Antônio (Rio Madeira). 0,09 km2/MW. Figura 1 – Curva de aprendizado na produção de etanol 

13 Mar 2018 – Térmica de R$3,3 bi movida a GNL importado é maior vendedora do leilão A-5 | Negócios | Reuters Maior vendedora do leilão de energia A-5 realizado nesta quinta-feira, a termelétrica Porto de Sergipe I, de 1,5 mil megawatts (MW), A usina é de ciclo combinado, usa a queima do GNL para gerar energia